Pages

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Seis profissionais de diferentes especialidades médicas pedem afastamento do Hospital Macrorregional de Coroatá

Por IDALGO LACERDA - Por essa todos nós já esperávamos, o que não vai surpreender mais ninguém sobre a política que será adotada pelo governo comunista a ser implantado a partir de 01 de janeiro de 2015.

A política adotada é a do estrangulamento e da asfixia político-administrativo-financeiro para acabar de uma vez por todas, com o Programa Saúde é Vida, que criou o maior e melhor programa de saúde nos últimos tempos para o povo do Estado do Maranhão, e que poderia até servir como modelo tipo exportação para os demais estados da federação brasileira. Isso tudo, graças ao empenho, a dedicação, o esforço e a competência incomparável do secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad. Que soube fazer acontecer a diferença em tempo recorde, inclusive, com a  aprovação  definitiva do próprio Ministério da Saúde (MS).

Inicialmente, a estratégia é adotar a política do estrangulamento e da asfixia financeira

A política de estrangulamento adotada é a de deixar escassear todos os tipos de recursos financeiros e humanos e em seguida alegar que não poderá mais suprir todas essas demandas requisitadas pelos próprios hospitais, clinicas e laboratórios que integram a referida rede de saúde.

Durante entrevista concedida aos meios de comunicação do estado, o recém-eleito governador comunista deixou bem claro que vai adotar políticas coercitivas de contingenciais, ou seja, para evitar gastos desnecessários para tentar rever uma política governamental que adeque o Estado do maranhão a uma nova realidade socioeconômica.

Discurso comunista pós vitória

Essa imagem já tivera sido radiografada pelo então candidato no período da campanha política quando realizou as suas andanças pelo estado. Ao testificar em seu discurso que viu muita gente desdentada, morando em casa de taipa, de chão batido e coberta de palha e passando fome. Que sua intenção é o de elevar o índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado do Maranhão e, principalmente, o IDH dos 10 piores municípios maranhenses, inclusive, prometendo, retirar das páginas policiais tais referências negativas recentemente divulgadas nos principais meios televisivos brasileiros.

Quer dizer, o discurso empregado pelo governador comunista é meramente uma desculpa para sucatear o Estado do maranhão em detrimento de quitar todas as suas dívidas e campanha contraídas junto aos seus principais agiotas, ou melhor, dizendo, aos seus financistas de sua milionária campanha política.

Dino recebe as finanças do Estado saneadas e enxutas com R$ 16 mi em caixa para 2015

À prova de tudo isso, é que a Governadora Roseana Sarney (PMDB) já anunciou à imprensa maranhense de que o futuro governo a ser instalado vai receber o Estado do Maranhão totalmente saneado e enxuto. Com uma previsibilidade orçamentária estimada e aprovada na ordem de R$ 16 bilhões em caixa que estará à sua disposição para o ano de 2015.

E, portanto, esperamos que a desculpa do governador comunista não venha ser  apenas uma desculpa esfarrapada, ou seja, um verdadeiro vaselinamento labial quando tentará justificar a política de esvaziamento e do estrangulamento de alguns programas sociais da Era Sarney, em detrimento de somente pagar, quitar seus gastos milionários contraídos durante sua campanha, que sem sombras de dúvidas são bastante altos em função da atual realidade deixada pelo Governo do Estado que entrega ao Governo Comunista as finanças equilibradas, o que poderá fazer um bom governo, ora vendido por eles ao povo maranhense, na época da campanha politica que o consagrou governador eleito para os próximos quatro anos!!!!

Panfletagem fortaleçe Campanha Outubro Rosa em Coroatá

Foto: Ronny SalesPMC
Por: FABIANO BEN-HUR/PMC - Hoje pela manhã a equipe que cuida da Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde esteve fazendo panfletagem nas mediações da Praça da Bíblia no Centro da cidade, o objetivo principal da ação é levar o conhecimento as mulheres dos perigos quando há falta de prevenção, então a intenção da panfletagem é convencer mulheres a fazerem uma visita ao posto de saúde e receberem avaliação profissional, no caso médicos e enfermeiros, a ação tem haver com a Campanha Outubro Rosa que está sendo desenvolvida em todo Brasil.

O panfleto contém explicações de como a mulher deve proceder para fazer o autoexame da mama, além de explicar como deve ser feito em situações diferentes como  em períodos etários, durante a amamentação e durante a menopausa. Além disso o panfleto diz as datas e horários da programação de atendimento, consultas e palestras. O foco de distribuição estava principalmente na Casa Lotérica onde normalmente as grandes filas são compostas por mulheres.

Segundo a enfermeira Rávyna Daniele, coordenadora da Saúde da Mulher no município, explicou a nossa equipe que está tudo acontecendo de forma organizada para que não haja problemas com horários quando as mulheres se dirigirem ao posto de saúde então para isso todas as consultas estão acontecendo as quintas feiras, “Nós resolvemos padronizar o dia justamente para que a mulher não vá até o posto e volte sem atendimento, em alguns dias da semana ela pode não achar o serviço, mas na quinta feira ela terá por certo o atendimento”, disse a coordenadora. A campanha e as panfletagens continuam até o final desse mês, e é importante lembrar que no dia 31 de outubro acontecerá a caminhada de encerramento pelas ruas da cidade.

Participe da campanha, se você é mulher  e tem mais de 40 anos é necessário você fazer o exame clinico uma vez por ano com um profissional de saúde, mulheres de 50 a 69 anos também devem fazer uma mamografia a cada 2 anos. A detecção precoce aumenta a chance de cura do câncer.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) em fase de gestação

Por IDALGO LACERDA - Durante a tarde desta segunda-feira, dia 20 de outubro, aconteceu no Gabinete da Casa Civil, reunião preliminar com o Procurador-Geral do Município, Dr. Elias Moura Neto, secretário Municipal de Educação, Profº Raimundo Josias Silva, Profª Regina de Fátima Cunha Soares, presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Municipal de Coroatá (SINPROEM), Profº Reginaldo Jansen e o representante da Empresa Qualis Consultoria e Eventos, Jomar Araújo para traçarem o início da elaboração do Plano de Cargos, Carreiras e Salários  (PCCS) dos profissionais da educação e do magistério de Coroatá.

A reunião no primeiro instante visa levantar todos os dados quantitativos e qualitativos junto ao órgão municipal para que possa de forma plena, coerente e positiva contribuir sem ocasionar nenhum impacto e/ou ônus financeiro na folha de pagamentos para atual administração municipal após à laboração e a aprovação do plano pela Câmara de Coroatá para a referida classe dos docentes.

Procuradoria-Geral do Município de Coroatá

Para o Procurador-Geral do Município, Elias Moura Neto o plano "é uma lei, um plano de cargos, carreiras e salários que será posteriormente aprovado pela Câmara, que englobará todos os direitos e deveres dos professores do município de Coroatá. O plano busca elencar tudo que é determinado, estabelecido na lei federal da educação, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDB Nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996, e em conformidade com suas alterações já ocorridas e nos demais dispositivos normativos que tratam dos direitos e deveres dos professores.

A Prefeita Teresa Murad tem interesse que esse plano de cargos englobe tudo que for necessário para que o município de Coroatá tenha a excelência na qualidade de ensino. Para os professores, que eles tenham a certeza de que os seus direitos e deveres estarão garantidos. Tanto no que se trata de carga horária, salários e até a execução do trabalho e demais direitos e deveres que a lei determina".

O Procurador acrescentou anda que, "terá ampla participação na elaboração do PCCS de Coroatá, os representantes da classe, a sociedade civil organizada, juntamente com o SINPROEM, Ministério Público Estadual (MPE), Poder Judiciário e Prefeitura Municipal de Coroatá".

No passado, o PCCS de Coroatá jamais existiu de fato e de direito

Quanto ao PCCs elaborado na gestão passada, Dr. Elias Moura Neto enfatizou de forma bem aclarada que "foi apenas uma tentativa de criar embaraços político-partidária para a atual gestão municipal. Não deixou de ser um plano que visava pretensões e embaraços políticos. Era um plano que não havia embasamento legal, não havia programação, dotação orçamentária e, nem tampouco, organização pragmática para ser executado. Ele foi feito às escuras, feito rapidamente. Tanto prova que a Justiça o anulou. Não foi o município que o anulou.

A Justiça anulou porque reconheceu todas as ilegalidades existentes do antigo plano. E a Prefeita Teresa Murad vai fazer um plano responsável e coerente que realmente elenque o que é necessário para que a educação possa caminhar bem no município de Coroatá".

A empresa é a Qualis Consultoria e Eventos

O representante da Qualis, Jomar Araújo garante que a empresa tem o devido respaldo para elaborar o PCCS "a empresa vai trabalhar dentro da legalidade e é gabaritada, vai trabalhar com a lei e fazer a priori um levantamento, um diagnóstico da realidade do município, através de dados numéricos de alunos, dos gastos com os professores para  daí então, de posse destas informações ter um plano básico para iniciar as reuniões e concluir o PCCS de Coroatá".

A Qualis é uma empresa específica que foi licitada e contratada para a elaboração do PCCS para a educação de Coroatá e dotada de profissionais que trabalham dentro daquilo que for levantado de acordo com a realidade do município, estaremos trabalhando dentro dela".

SINPROEM  de Coroatá

Para o Presidente do SINRPOEM, professor Reginaldo Jansen "é um momento muito especial para o sindicato que todos os educadores do município de Coroatá. é uma luta que já vem sendo executada há muito tempo, já vem exercendo esse diálogo com a Prefeitura em busca da implantação desse Plano de Cargos, Carreiras e Salários. Como sabemos, realizamos um seminário para dirimir ideias, os anseios da classe e, agora passa a se tornar real esse anseio, essa luta do sindicato na construção do plano de carreiras".

Reginaldo Jansen disse que "o esboço já apanhado pela empresa Qualis contemplará quase todos os professores do município, para que, posteriormente, nós possam também, caso sejam inseridas gratificações a mais para os professores da rede municipal".

No final, o presidente do SINPROEM reconheceu que com o advento do PCCS, a classe dos profissionais da educação e do magistério passam a ganhar maior representatividade por proporcionar uma valorização a mais adequada para o professor coroataense. Vai ser uma inovação, é um marco histórico porque ele vai ser um processo meritocrático de carreiras que valoriza o profissional que está no dia a dia na escola, educando a criança e que está contribuindo para o desenvolvimento da sociedade e, que com certeza, merece um reconhecimento tão importante como esse que é a criação do PCCS de Coroatá".

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Mutirão “Olhar Brasil” esteve durante três dias em Coroatá

POR: FABIANO BEN-HUR/AI-PMC - Durante três dias em Coroatá, aconteceu o mutirão “Olhar Brasil” do início da manha de sexta (17/10) até à tarde do domingo dia (19/10) 900 crianças receberam atendimento especial voltado à visão. A movimentação do mutirão começou há alguns dias atrás quando estudantes da rede municipal de ensino passaram por uma triagem para detecção de problemas visuais, depois de constatado o problema esses alunos foram cadastrados no programa e já encaminhados para a consulta que aconteceu durante os três dias em que o mutirão esteve na cidade. O Projeto Olhar Brasil é vinculado ao programa Saúde na Escola e está ligado as três esferas de governo, Federal, Estadual e Municipal.

A coordenadora do Projeto Olhar Brasil, Daniela Borniere esteve em conversa com a nossa equipe e nos contou da importante tarefa que tem o programa “Os alunos são encaminhados para uma consulta oftalmológica, e é nessa consulta que o medico vai avaliar se essa criança tem necessidade ou não de um óculos, caso a necessidade exista o projeto olhar brasil vai contemplar essa criança com o óculos, o programa é uma politica pública social muito importante que tem vínculos com a secretaria de saúde e a intenção é que continue beneficiando as crianças que precisam” disse a coordenadora.

Toda ação aconteceu durante os três dias no Centro de Especialidades Médicas (CEM), fora as escolas da sede da cidade duas escolas da zona rural também estavam credenciadas estas escolas são Km 09 e Vila 7, estas escolas entraram no programas de consultas.  Os alunos foram transportados e atendidos no Cem durante os três dias de mutirão.

O programa visa cumprir uma meta de numero de alunos todos os anos, o foco maior é a erradicação da deficiência visual que atrapalha as crianças no seu desenvolvimento didático.

A secretária Raimunda Carneiro esteve durante os três dias no local e nos contou sobre a adesão ao programa feita pelo governo municipal, “Essas crianças, sendo detectado algum problema nelas, sairão daqui direto pra uma ótica da qual fechamos parceria e receberão seu óculos de graça, é bom lembrar que essa é só a primeira etapa, haverá uma segunda etapa em que nós estaremos assistindo as demais escolas do município que não foram convocadas para esse primeiro momento de mutirão, no final acredita-se que todas as crianças serão atendidas, outra coisa importante é que a equipe da saúde da família continuará acompanhado quem já foi atendido”.


Prefeita Teresa Murad passa bem!!!

Por IDALGO LACERDA - Após à prática de exercícios físicos rotineiros, a Prefeita Teresa Murad (PMDB) caiu de forma desequilibrada, machucou-se e começou a sentir fortes dores abdominais, o que levou a ser medicada às pressas e, logo passou a tomar fortíssima medicação à base de antibióticos e analgésicos, que não devolveu-lhe o seu pleno bem-estar quanto ao seu estado de saúde.

Aconselhada pela sua equipe médica, familiares e amigos, a Prefeita Teresa Murad preferiu fazer novas consultas e exames laboratoriais, desta vez mais detalhados e resolutivos com profissionais médicos de outras localidades.

O resultado destes exames deram-lhes a garantia de que o seu estado de saúde é excelente e em breve voltará às suas atividades político-administrativas à frente da Prefeitura de Coroatá.

O seu retorno ao convívio junto à população coroataense está previsto para a próxima quinta-feira, dia 23 de outubro. Quando volta a despachar de seu gabinete municipal e de sua residência localizada no Sítio do Cajueiro, S/N.

Até lá,  nos deste blog desejamos as nossas boas-vindas à Excelentíssima Senhora Prefeita de Coroatá, Maria Teresa Trovão Murad e a toda sua equipe de governo.

Escolas superfaturadas e construídas com material de péssima qualidade na gestão de Odair José ameaçam ruir na zona rural de Coroatá

Por IDALGO LACERDA - A realidade hoje vista pela população é apenas uma só! Todas as escolas construídas e personalizadas por um grande buraco, na gestão do ex-secretário de Educação, Odair José, literalmente condizem com tudo aquilo que fora realizado de malfeito pelo engambelático gestor que quis impor um estilo próprio, no entanto, estão aí os resultados  mostrados a olho nu e checado bem de perto pela atual administração municipal.

Por diversas vezes este blog denunciou o superfaturamento destas obras e condenou a qualidade de todo o material utilizado nelas que eram de péssima qualidade. Uma "escoleta" desta com duas salas de aula, dois banheiros e uma dispensa para almoxarifado, construídas na época, foram gastos nelas cerca de R$ 45 mil reais por cada unidade escolar construída.

O que não deixava de ser um tremendo absurdo financeiro, como, por exemplo, o metro cúbico de chapisco custava, R$ 3,75 (Três Reais e Setenta e Cinco Centavos de Real). Enquanto que, o preço vigente no mesmo período era de apenas R$ 1,50 (Hum Real e Cinquenta Centavos de Real).

Outro exemplo de superfaturamento, constatou-se no preço do reboco colocado por metro quadrado, que apontava o preço de R$ 25,00 (Vinte e Cinco Reais). O preço praticado de mercado no mesmo período era de apenas R$ 12,50 (Doze Reais e Cinquenta Centavos de Real).

E assim foi praticado o superfaturamento em todas as escolas! Nesta mesma planilha enxergava-se várias aberrações quanto ao superfaturamento destas escolas e, ao mesmo tempo, a péssima qualidade do material de construção utilizado nelas pela antiga administração municipal de Coroatá.

O que acontece nas escolas dos povoados Piedade e Estiva, é apenas uma pequena ponta do 'iceberg' do despautério, da incompetência e da malversação do dinheiro público do município de Coroatá, ao realizarem um grande farra para o enriquecimento ilícito de todos aqueles que estiveram envolvidos nesta roubalheira desenfreada tendo no comando do município, o ex-prefeito 171 que comungava e participava de forma efetiva com todos os tipos de desvios de finalidade durante os seus dois mandatos!!!!

Isto sem se falar no terreno adquirido pela Prefeitura de Coroatá, que era doado pela comunidade e, também, faturado e pago a preço de ouro para um suposto vendedor!!!

E, portanto, tudo passou despercebido e, nem tampouco, o MPE tomou sequer conhecimento destes desmandos e abusos praticados pelo então secretário de Educação, Odair José que aplicou o 'migué' na consciência coletiva do povo coroataense de que a educação imposta por ele, seria uma educação de primeiro mundo. Seria mesmo????

domingo, 19 de outubro de 2014

Escolas da zona rural construidas na administração anterior correm o risco de desabar

Por: FABIANO BEN-HUR/PMC - Administrar o dinheiro público é coisa séria, e não foi o que aconteceu na administração anterior, às escolas da zona rural de Coroatá, principalmente as que ficam nas localidades Piedade e Estiva, mostram condições visíveis da falta de compromisso que a administração anterior tinha com a população. Durante duas semanas a equipe de reportagem da secretaria de comunicação visitou os povoados para constatar de perto o que estava acontecendo, e o que foi comprovado foi a ineficiência de um trabalho feito sem seguir as exigências necessárias e usando material de péssima qualidade.

As escolas hoje encontram-se com grandes rachaduras e com risco eminente de desabamento, o que faz com que crianças e professores corram perigo de vida. Na escola da estiva bem na chegada se vê logo de cara a seriedade do problema, uma rachadura ameaça partir a escola bem no meio, esta mesma escola visitamos na semana passada, e com alguns dias da primeira visita para a segunda vista já deu pra notar que a rachadura evoluiu de forma muito rápida aumentando sua gravidade.

Foto tirada no dia 09/10/2014
Foto tirada no dia 15/10/2014,observa-se que o topo
da rachadura abriu mais um pouco nesse intervalo de dias

Detalhe da rachadura que aumentou no período de 6 dias
Na nossa segunda visita fomos acompanhados do Engenheiro Dr. Ernani Oliveira Alves da secretaria de infraestrutura municipal, em uma breve vistoria ele apontou todos os problemas e o que causou cada um deles.

A primeira escola escolas a ser visitadas em companhia do engenheiro foi a do povoado Piedade, uma escola construída somente há dois anos e meio atrás, depois da avaliação ele nós contou o que estava acontecendo na escola, “A principio nós fizemos uma vistoria geral para conhecer as escolas e identificamos falhas básicas de construção, eu posso afirmar de forma clara que essa construção não teve base, ou seja, a fundação que é a base de toda construção ela simplesmente não existe nesta escola, ou seja, não foi usado  nenhum método de segurança para sustentação, como por exemplo uma cinta de amarração, pilares ou mesmo vigas de sustentação, resumindo, toda alvenaria está solta nesta construção, além dela está solta não há amarração nos pontos principais de sustentação do telhado através das treliças, nestes pontos não existem pilares também, e como não tem pilar, não tem viga, não tem base pra sustentar essa parede acaba acontecendo um recalque diferencial e esse recalque é provocado pela deficiência da fundação, essa é a causa das rachaduras nas paredes e o que vai levar fatalmente ao desmoronamento da escola”.


Segundo Ernani Oliveira, outras visitas serão feitas ainda ao local para fazer furos de sondagem que servirão para entender melhor a estrutura, segundo ele serão feitos dois furos de sondagem no local daí então será feito um projeto estrutural de recuperação para se aproveitar o que ainda pode servir, como por exemplo o telhado e uma ou duas paredes.

Na visita a escola do povoado Estiva o engenheiro chamou o trabalho feito naquele lugar de “aberração da construção civil” por serem falhas que nunca deveriam ter acontecido principalmente pelo fato de que se tratava de um lugar feito para abrigar crianças durante o período de aulas. Lá já foram feitos os furos de sondagem, e foi constatado que não houve compactação do solo antes de que fosse erguida a escola, causando desagregamento do material contido no solo e levando a edificação a mover-se de lugar gerando as rachaduras e outros problemas, a falha construtiva foi feita de forma absurda, e para entulho foi usado resto de construção, até as lajotas usadas no piso saem facilmente  sem esforço nenhum mostrando a possibilidade de não ter sido usada nem argamassa no assentamento do material, outro fator que causou o dano teria sido a falta de amarração, ou seja, a exemplo da outra escola não existem pilares e nem vigas de sustentação, o peso do telhado tem forçado as paredes o que mais tarde vai causar o seu desabamento fazendo as paredes se abrirem caindo para fora. Não houve o mínimo critério na construção, até o material usado é de péssima qualidade.




© Copyright 2008 - Idalgo Lacerda.