Pages

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Revista Época desmascara Flávio Dino e diz que ele é “novo somente no nome”

Reprodução/Revista Época
by CamarãoSeco - A revista Época desta semana chegou às bancas com uma reportagem mostrando aquilo que o eleitorado maranhense já sabe: a novidade em torno da candidatura de Flávio Dino não existe. Com o título “Os postulantes ao trono de Sarney”, a matéria destaca: ”Com a aposentadoria do ex-presidente aos 84 anos, candidatos a suceder seu clã no Maranhão e no Amapá se apresentam como a nova política – mas agem à moda antiga”.

No Maranhão, o destaque é dado ao comunista, apoiado “por ex-governadores que estiveram com Sarney”. O ex-governador José Reinaldo Tavares, preso em uma operação da Polícia Federal, em 2007, é apontado como um dos principais articuladores da campanha de Dino. São citados ainda o ex-governador e ex-prefeito João Castelo e o vice-prefeito e filho do ex-governador Luiz Rocha, Roberto Rocha.

Flávio Dino já foi chamado de “a personificação do paradoxo” pelo jornalista Josias de Souza, da Folha de São Paulo, por avocar para si o apoio, simultâneo e incoerente, de Aécio Neves, do PSDB, de Eduardo Campos, do PSB e da presidente Dilma Rousseff, do PT. A Época chamou a postura contraditória do candidato de arroz de cuxá: “O arroz de cuxá mostra que Dino, como tantos outros, é o novo somente no nome”

Reprodução/Revista Época
O jornalista Marcelo Rocha veio ao Maranhão e acompanhou a convenção que homologou o nome de Flávio Dino, no dia 29 de junho. Bastaram alguns momentos para que o repórter constatasse que o comunista não tem nada de “novo” como política. Não sem algumas doses de ironia, descrevendo: “de um jeitão meio desengonçado, em virtude do cansaço e do corpanzil…”.

Pelo andar da carruagem, o fôlego do ex-presidente da Embratur começa a faltar também na corrida eleitoral.

Caminhada de Weverton Rocha na Vila Luizão é frustrada


Por IDALGO LACERDA – A bem da verdade não podemos deixar de informar à população do Maranhão, que a caminhada do deputado Federal Weverton Rocha (PDT) e candidato à reeleição na Vila Luizão, Capital do Estado, São Luís, não deixou de ser um grande fiasco!
Isso prova que a população ludovicense da capital maranhense não está nada satisfeita com os correligionários do comunista e candidato ao Governo do Estado, Flávio Dino (PCdoB).

Mais uma razão para provar que os índices mostrados pelos institutos de pesquisas que mantém ilações e demonstram simpatias extremadas ao comunismo são bastante contraditórios em relação a aceitabilidade e a popularidade destes candidatos que concorrem a todos os cargos nestas eleições, a serem realizadas no dia 05 de outubro de 2014.

Pelas imagens colhidas durante as ditas carreatas, caminhadas, bandeirados empreendidos por pelos comunistas, podemos observar que são fraquíssimas demais! Só não enxerga quem não quer ver!!!
E isso vem repetindo-se cada vez mais e, principalmente, quando se acessa as redes sociais na internet. No entanto, os mais sectários e seguidores e adeptos do comunismo são os que mais acham e pensam que já ganharam as eleições. Será????

Secretaria de Agricultura paga subvenção a Quebradeiras de Coco Babaçu

Foto: Ronny Sales/Secom-PMC
Por: FABIANO BEN-HUR/Secom-PMC - Quebradeiras de coco de várias regiões da Zona Rural de Coroatá estiveram na última semana na Secretaria de Agricultura do Município para receberem benefícios relacionados a atividade extrativista.

Em parceria com o Ministério da Agricultura e a AGERP, a Secretaria de Agricultura de Coroatá implantou o programa de politicas públicas para trazer benefícios a essas mulheres que vivem exclusivamente da quebra do coco babaçu.

O programa consiste em uma subvenção de R$ 0,80 para cada quilo de coco vendido no comércio comum, além do que é pago pelo comprador. Funciona assim: a quebradeira vai até o comercio e no ato da venda recebe uma nota expedida pelo comerciante informando quantos quilos foram vendidos, com a nota em mãos a quebradeira de coco pode se dirigir a secretaria de agricultura do município onde as informações serão repassadas a CONAB que por sua vez fará o repasse do dinheiro para a conta dessas quebradeiras.

Ao todo já estão inscritas no programa sessenta quebradeiras de coco e os recursos começaram a ser liberados agora.

Estavam na entrega oficial dos recursos quebradeiras dos povoados: Nogueira, Santa Cruz, Flor do Dia, Conceição, Santo Antônio dos Timóteo e Guaribas.

Dona Maria da Luz do povoado Flor do Dia disse que a ajuda vai servir muito na sua renda familiar e que a subvenção vai estimular muito no trabalho que já é um serviço difícil. Dona Maria recebeu R$ 801,00 de subvenção.

domingo, 27 de julho de 2014

Prefeitura apoia show I Iluminar da Irmã Teresa em Coroatá

Da AI/Secom-PMC - Vem aí, no próximo dia 02, com patrocínio decisivo da Prefeitura de Coroatá, o I Iluminar, show da Irmã Teresa, referência da música católica no País.

A ação do Município, segundo a prefeita Teresa Murad (PMDB), contribui para a valorização das iniciativas religiosas e culturais do povo coroataense.

O evento festivo promovido pela Igreja Católica reserva grande expectativa, considerando o padrão do musical que exige investimento considerável para a sua realização.

Para o show, o palco será a quadra do Dom Bosco, Centro. Terá participação especial do Pe. Lucas e Banda. O show está marcado para às 19 horas.

Prefeita decreta ponto facultativo para esta segunda-feira

A prefeita de Coroatá Maria Teresa Trovão Murad decretou ponto facultativo no dia 28, amanhã, segunda-feira, em função da Adesão do Maranhão à Independência do Brasil. Ficaram excluídos os serviços essenciais que funcionarão normalmente.

sábado, 26 de julho de 2014

Juíza mantém a divulgação da pesquisa Econométrica/O Imparcial em que Dino cai e Lobão sobe


Por IDALGO LACERDA - A Justiça Eleitoral decidiu que a publicação da pesquisa sobre as eleições no Estado do Maranhão que foi publicada no dia 26 de junho, mas embargada pelo candidato comunista Flávio Dino (PCdoB), que estava em queda livre e o candidato Lobão Filho (PMDB) em crescimento estrondoso. Resolveu dá provimento de ganho de causa ao Instituto Econométrica /O Imparcial.

A decisão só foi prolatada pela Juíza Maria José França Ribeiro, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), agora no dia 16 de julho, mas somente divulgada a sentença na última quinta-feira (24) favorável ao instituto de opinião pública.

Isto é, a Juíza julgou improcedente a ação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) que tentou impedir a divulgação da pesquisa da referida parceria acima já citada.

Resenha do blog

Isso significa dizer que, o Mandado de Intimação e Notificação perpetrado contra este blog por ter dado extensão e divulgado a mesma pesquisa do instituto, também, em seu site está livre de qualquer ônus e punição, como pretendia reivindicar e permear junto à Justiça eleitoral,  o Chefão da Comuna no Maranhão.

Além disso, fica comprovado de uma vez por todas, que os índices percentuais supostamente fabricados pelos institutos que lhe dão cobertura e ‘ligeira’ vantagem eleitoreira à sua campanha política estão todos sob qualquer tipo de suspeição a partir do momento em que estes números apresentam uma vantagem estonteante, mas com baixo índice de popularidade ao empreender carreatas e caminhadas nos 217 municípios maranhenses. Ou seja, percentuais que lhes são favoráveis, de certa forma parecem ser somente reais quanto à sua divulgação junto a midiática maranhense que está a seu serviço!!!

POPULAÇÃO NÃO TEM PARTICIPADO DA ‘MUDANÇA’Dino e juventude paga para fazer sombra
com bandeiras, em Itapecuru-Mirim. Foto: Reprodução/Atual7
Pelo visto, as imagens que foram registradas e, agora mostradas aqui neste blog, quando o comunista em caminhada no sábado dia 19 de julho, na vizinha cidade de Codó. Não condizem com todos os índices já pesquisados e levados ao conhecimento do eleitorado maranhense.

Quer dizer, que põe em xeque-mate toda essa ‘popularidade’ alardeada pelos quatro cantos do Maranhão, através de seus seguidores aqui no município de Coroatá e em todo o Estado do Maranhão.

Para finalizar, este blog agradece a DEUS por ter-nos livrados do infortúnio e de todos os percalços que, de certa forma parece-nos até que foram ensaiados aqui mesmo dentro do laboratório do mal pela comuna local.

Enfim, o sangue de Jesus Cristo tem poder!!!

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Prefeitura ajuda a manter APAE de Coroatá e desmente atual diretoria


Por IDALGO LACERDA – Ao contrário do que fora comentado e publicado em blog local sobre recurso na ordem de R$ 11 mil, que supostamente não são enviados e retidos pela Prefeitura de Coroatá à Direção da APAE local, tudo não passa de uma grande mentira!

Ou seja, não deixa de ser um factoide absurdo criado pela atual diretora, Marinete Barros Silva, impulsionada pelo presidente das federações da APAE no Estado do Maranhão, Jerônimo Ferreira Cavalcante Filho (PP), que é vereador na cidade de Caxias/MA, ligado ao grupo político do ex-prefeito Humberto Coutinho (PDT).

As supostas denúncias vieram a público quando o presidente da federação esteve visitando àquela instituição durante a posse da atual diretora, onde teceu duras críticas, especialmente, à secretária Municipal de Assistência Social de Coroatá, sem qualquer fundamentação lógica.

Aos fatos

A Prefeitura Municipal de Coroatá em momento algum se absteve em atender todas as demandas requisitadas pela direção da atual APAE, pois mesmo sabendo que não há nenhum convênio celebrado entre Prefeitura e a instituição APAE e, sim um acordo verbal, a mesma, sabedora de suas obrigações, e ainda por conhecer a importância do trabalho das APAES em âmbito nacional, sempre manteve as portas abertas para atender as necessidades da instituição local.

No dever do cumprimento social

A Prefeitura Municipal de Coroatá vem cumprindo e honrando com a parceria firmada, suprindo todas as necessidades prementes da APAE local, quando solicitadas pela atual direção em caráter totalmente beneficente. A Prefeitura ainda disponibilizou todo um apoio logístico necessário, assegurando a APAE estrutura necessária para que não deixasse de funcionar e até mesmo de existir aqui no município de Coroatá!

Sabe-se que a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Coroatá (APAE) é uma instituição séria e é a maior rede de atendimento integral a pessoa com deficiência no Brasil quanto à adoção de ações voltadas à filantropia de extremado cunho social, desde que foi fundada.

Hoje é reconhecida em todo território nacional e mundialmente quanto às suas finalidades, uma vez que, visa à promoção do social e do bem-estar para as pessoas portadoras da Síndrome de Down e outras pessoas portadoras de necessidades especiais, e não para a promoção política e pessoal de quem quer que seja como vem fazendo ultimamente algumas pessoas no uso de suas atribuições de forma indevida e incoerente com a qual tratam essa entidade beneficente, cuja metodologia é filantrópica.

De certa forma esse factoide que foi criado não passa de uma manobra alvissareira que visa barganhar interesses escusos e financeiros contrariados em relação à contratação forçada de pessoas a todo custo.

Além disso, hoje, ainda existem pessoas que faziam parte da gestão passada e de má índole que usavam indevidamente as estruturas prediais da APAE para galgarem seus objetivos pessoais, e que hoje, vivem contrariadas após serem defenestradas, não fazendo mais parte do quadro da prefeitura, passaram a manipular, caluniar e a cooptar professores, pais, alunos e responsáveis que precisam dos relevantes serviços prestados pela APAE.

E, tendo em vista toda essa atuação sombria dessas pessoas de má-fé, somente agora esta denúncia é levada ao conhecimento do público de forma sorrateira e, totalmente, fora da realidade pela qual passou e vive a APAE, embora assistida incondicionalmente pela Prefeitura de Coroatá, pois toda a população do município sabe que sem o apoio estrutural, funcional e de pessoal da Prefeitura Municipal de Coroatá, a APAE local não sobreviveria, prejudicando diversos alunos inocentes e necessitados de uma educação especializada!!!

Procurada pelo nosso BLOG, a Prefeitura Municipal de Coroatá demonstrou de maneira cabal, com provas documentais, que vem cumprindo com suas obrigações com a APAE, prestando auxílio mensal à atual direção da APAE, cujo valor total gasto atualmente é muito maior do que os R$ 11 mil que estão sendo pleiteados.

Um fato concreto é que a nova administração municipal desde que assumiu o comando do Governo Municipal sempre deu continuidade e irá continuar dando a ajuda necessária para que essa parceria verbal celebrada entre as secretarias Municipal de Educação, de Assistência Social, de Saúde e APAE sejam mantidas e preservadas harmoniosamente, e, independente, de qualquer conotação política que queiram dar através de denúncias vazias e incompatíveis com a realidade.

E, portanto, a APAE para continuar a existir em Coroatá, a gestão do município sempre esteve de forma presencial.

Para isso, a Prefeitura equipou toda a cozinha da APAE com vários itens, dentre eles pode-se citar: 01 fogão industrial de 08 bocas, 03 armários de aço e conjunto de panelas; mandou carteiras escolares, envia mensalmente a merenda escolar para os alunos, faz a doação continuada de material didático, kits escolares infantis, material de limpeza e de expediente, contratação de professores, fisioterapeutas e fonoaudiólogos, realiza periodicamente a manutenção predial da instituição, mantém em seu quadro funcional vigias, merendeiras, auxiliares operacionais de serviços gerais (AOSGs), coordenador pedagógico e zeladoras.

Inclusive, a Sra. diretora Marinete Barros Silva havia até então, reconhecido toda essa ajuda, ora agradecendo de viva voz a referida ajuda prestada pela Prefeitura de Coroatá quando concedeu entrevistas em programas de rádio e televisivos locais por ter recebido todo esse suporte logístico da Prefeitura de Coroatá!!!

A Prefeitura de Coroatá mantém hoje, um total de 15 funcionários distribuídos da seguinte maneira:
A Prefeitura de Coroatá já chegou a disponibilizar o número de até 17 servidores municipais para a APAE de Coroatá. Sendo que; 03 (três) desses servidores foram transferidos devido a problemas da má gestão que vem ocorrendo, ou seja, desentendimentos entre a atual diretora da APAE e os funcionários, sempre assustados com os desmandos da direção, que tenta o tempo todo fazer da APAE um palanque eleitoral, exigindo ate a imediata transferência dos três servidores.  

Ou seja, com toda a estrutura fornecida, e ainda, levando em conta que a prefeitura banca todos os encargos trabalhistas, previdenciários, fiscais e patronais relativos aos profissionais cedidos para a instituição, para assistirem aos alunos especiais, correndo assim todos os ônus por conta e risco do município de Coroatá. Ou melhor, dizendo, sem nenhum ônus contábil-financeiro para os cofres da APAE.

Número atualizado de alunos da APAE é de 52 ao invés dos 129 alunos informados ao INEP

A prefeitura também esclareceu o fato de estar se baseando em aporte para a APAE com base em 52 alunos, pois o que ocorre é que todas as despesas destinadas à APAE são baseadas em dados oficiais relativas ao censo, que determina a distribuição dos recursos do FUNDEB, e por conta disto, de olho em um aumento desregrado de vantagens, a APAE vem tentando criar a existência oficial de 129 alunos, para iludir a população e tentar angariar mais recursos do que necessariamente precisa para se manter, a troco de vontades desconhecidas.

Mas a Prefeitura Municipal possui o documento oficial do censo comprovando que todo e qualquer repasse de estrutura ou recurso para a APAE deve ser baseado na existência de 52 alunos, e não em 129, como vem fraudulentamente tentando afirmar a direção coroataense da entidade.

Da tentativa de criar um delito para a Prefeitura 

Indagada sobre as acusações criminosas da atual direção local, que afirma que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, tenha informado a existência de uma escola falsa no mesmo local da APAE, ficou demonstrado mais uma vez o destempero e as inconsistências vomitadas pela diretora, pois ao assumir a gestão, a Prefeitura encontrou a estrutura educacional municipal montada pela gestão anterior, e ao perceber que havia duplicidade de registros de escolas no mesmo local, a PMC tratou de imediatamente retirar do censo a Escola Terezinha Frazão, que, juntamente com a APAE, estava sendo registrada desde 2004 no mesmo local.

Em resumo...

A Prefeitura de Coroatá, ainda no intuito de atender aos devaneios da direção da APAE, ainda sinalizou positivamente a possibilidade de repassar a administração dos recursos reivindicados a atual administração da APAE de Coroatá, já que toda a estrutura montada e destinada à execução dos serviços daquela entidade filantrópica, conforme acima já comprovado, vem sendo duramente criticada, e escondida pela direção, por motivos desconhecidos.

E caso seja aceito pela entidade a proposta de administração dos recursos, a Prefeitura estaria legalmente desobrigada a manter a estrutura física e funcional naquele local.

© Copyright 2008 - Idalgo Lacerda.